Dumping ERP e pequenas empresas

Dumping ERP e pequenas empresas, o dumping é uma prática comercial que consiste em uma ou mais empresas de um país venderem seus produtos, mercadorias ou serviços por preços extraordinariamente abaixo de seu valor justo para outro país (preço que geralmente se considera menor do que se cobra pelo produto dentro do país exportador), por um tempo, visando prejudicar e eliminar os fabricantes de produtos similares concorrentes no local, passando então a dominar o mercado e impondo preços altos.

Pois é, já no universo dos softwares de gestão empresarial, consiste em empresas que exploram um nicho de de empresas de grande porte, baixar seus preços ao extremo, utilizando de sua força de marketing e rentabilidade para puxar para baixo exageradamente os valores de integração dos seus produtos, ocasionando uma concorrência desleal. Até aí, tudo bem. Com certeza você diria, mas, qual é o problema se a empresa tem estrutura para baixar preços, isso é melhor para o mercado e para os clientes. Nem sempre, eu diria.

Uma vez que os produtos mais consolidados no mercado tem um tempo maior de maturidade, sua tecnologia na maioria das vezes é ultrapassada, lenta e não mutável, ou seja para uma empresa que se enquadram no grupo das PMEs e não têm tempo hábil para implantar produtos que não sejam ágeis na sua customização, essa implantação torna-se economicamente inviável. Enquanto empresas líderes de mercado, oferecem implantações abaixo dos valores de mercado e concorrem com empresas menores, mais ágeis e enxutas, fazendo dumping no valor de implantação ou nem cobrando, logo nas primeiras semanas de implantação chegam notas de cobrança informando sobre valores não considerados em tempo de proposta.

Existem vários casos no site Reclame Aqui, basta analisar. O mercado brasileiro de ERP é dominado por três grandes empresas, 1 delas e líder no mercado de PMEs, uma europeia que domina o segmento de grandes empresas e outra americana que é o segundo lugar em ambos os mercados, é óbvio que estes fabricantes possui sua importância e credibilidade no mercado e não estão aí à toa. Mas uma delas mesmo, comprou uma outra americana até então gigante no ramo de infraestrutura de TI, justamente por esta última não se inovar.

Esse alerta, vem em momento oportuno onde empresas típicas nacionais vem se importando mais com o mercado de PMEs e que investe pesado em desenvolvimento para trazer ao conhecimento de todos os empresários de PMEs, que estes podem e devem fazer uso do ERP como alternativa aos pacotes cujo chamamos de “Lobo em Pele de Cordeiro”. Pois custando até 90% a menos do que as implantações normais, estes valores são recuperados em horários de consultoria e desenvolvimento.

Fique atento, não seja enganado só porque alguém te fala que tem mais de 50% do mercado ou 30 anos de liderança, até porque como lembrou bem um comercial na TV de um importante jornal paulistano, a PANAM já foi a maior companhia aérea do mundo, o TITANIC, já foi o maior navio do mundo, o mundo já teve duas Alemanhas e o francês já foi o idioma padrão mundial. Nada fica para sempre.

Fonte: Openerp Brasil

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *