Sistema-Integrado-ERP

ERP (sigla em inglês para Enterprise Resource Planning)

ERP (sigla em inglês para Enterprise Resource Planning) é um software responsável pelo gerenciamento de informações relacionadas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais dentro de uma empresa. Esse gerenciamento tem como objetivo centralizar informações e ter controle sobre todo o processo de desenvolvimento da atividade empresarial. O ERP dá aos gestores da empresa o controle total dela, servindo como auxílio na tomada de decisões.

O sistema ERP centralizar as operações numa única plataforma. Ele pode ter como plataforma um servidor centralizado, distribuído em unidades de hadware autônomas em rede local ou hospedado remotamente via web. Planejamento, manufatura, formação de preços, contabilidade, controle de estoque, vendas e gestão de relacionamentos estão entre os muitos fatores pelos quais o software é responsável. Esses fatores também podem ser adaptados para cada empresa, dependendo do ramo ao qual ela pertence.
Por que implementar o sistema ERP


Porque ele permite uma maior visibilidade de todo o desempenho da organização ao promover a automatização de tarefas manuais, um controle maior sobre as operações dentro da empresa, uma otimização de processos e um controle e uma redução de custos.

A implantação de um gerenciamento de informação como esse traz uma redução de despesas no geral. Os erros também diminuem. Os equívocos de sincronização de diferentes sistemas, por exemplo, deixam de existir. Com o ERP, uma uniformidade entre os processos passa a se tornar presente.

Empresas que fornecem o serviço de ERP projetam soluções para atender fatores mais comuns em processos empresariais. Sua implantação requer uma adaptação de processos para que o ele possa abranger processos já existentes. Não se deve esquecer dos processos atuais para implementar o ERP. Na verdade, antes de mais nada, o que deve ser feito são mudanças significativas nos processos da empresa para que o novo método seja aplicado.

Seu tempo de implantação varia de acordo com o tamanho da empresa e pode ser de três tipos: customização, consultoria ou treinamento. Esses tipos não precisam ser aderidos de uma só vez, pois são modulares. Eles devem ser postos em prática conforme a demanda do momento.
O software centraliza diversos fatores importantes para uma organização. Foto: Flickr.

O software centraliza diversos fatores importantes para uma organização. Foto: Flickr.
Como funciona?

A configuração de ERP consiste no planejamento de quais módulos serão utilizados e na adaptação do sistema conforme o escolhido. Aderir a determinado módulo depende mais das características da empresa do que qualquer outro fator. No entanto, a implantação de um grande número de módulos traz mudanças significativas.

É possível que as configurações de ERP não sejam suficientes. Caso isso aconteça, é preciso contratar um serviço específico. Mas, no geral, quando o trabalho é bem feito, é comum que o sistema entre em sincronia com as atividades da empresa. Afinal, há muitos módulos que abrangem diversos aspectos da empresa, como financeiro, de processos, projetos e jurídicos.

Para aderir esse sistema, é necessário que se tenha noção de quais tecnologias o fornecedor dispõe para que se saiba qual será o custo do serviço. Outro fator a se considerar são as condições de suporte que os provedores oferecem. É comum cometer o erro de optar pela solução mais barata. Mas o que deve ser considerado primordialmente são as necessidades da empresa.

Para quem quer implementar um gerenciamento eficaz de informações em sua empresa, é interessante ter um contato com organizações que já utilizam algum serviço do tipo. Mas vale ressaltar, cada empresa tem suas particularidades, que devem ser consideradas na implantação do ERP.