Montando um bom currículo

Montando um bom currículo. Seu primeiro contato com os selecionadores é por meio do currículo. Aprenda a redigi-lo corretamente e aproveite essa vitrine para causar boa impressão. Mais do que nunca, é importante ter um currículo que se destaque da imensa quantidade que os selecionadores e os departamentos de RH recebem diariamente. Infelizmente, os profissionais de TI têm a fama de produzirem currículos muito complicados de se entender e de cometerem alguns pecados.

Especialistas recomendam que os candidatos a uma nova oportunidade no mercado de trabalho dediquem tempo na produção de seu currículo. É um investimento que vale apena, segundo eles. Afinal, o currículo é o seu primeiro contato com os selecionadores e você pode ser descartado muito rapidamente.

Para auxiliar na tarefa de fazer um currículo adequado para cada vaga, a Universia Brasil, maior rede ibero americana de colaboração universitária, ensina como montar uma apresentação que pode colocá-lo na briga pela vaga desejada.

De acordo com a rede, é importante que o currículo seja objetivo e contenha apenas informação que possam ser comprovadas de alguma forma. Currículos de várias páginas não agradam. Outra sugestão é agrupar as informações em blocos e separar o conteúdo.

O profissional também deve estar atento para ajustar o currículo de acordo com a necessidade da empresa e o que ele quer seguir na carreira. Como aquela apresentação tem pouco tempo para convencer, não vale a pena perder tempo colocando experiências profissionais que em nada agregam ao profissional e à vaga que deseja. Ou mesmo habilidades que nada interessam para o trabalho que será realizado.

A Universia Brasil também lembra que o candidato deve evitar erros de português, e não colocar referências de empregos em que foi demitido e não deixou boa impressão.

Veja 15 dicas sugeridas pela Universia Brasil:

1- Experiência acima da educação;

2- Não use papel colorido;

3- Não use um layout criativo;

4- Quantifique o sucesso;

5- Escreva para o público certo;

6- Cuidado com as redundâncias;

7- Se você faz, inclua trabalhos voluntários;

8- Priorize as informações pessoais logo no cabeçalho;

9- Nada de expor os documentos pessoais no currículo;

10- Substitua o objetivo profissional por áreas de interesse;

11- Descarte os cursos que não estão relacionados à área da vaga;

12- Selecione apenas as principais experiências profissionais;

13- Não é necessário colocar pretensão salarial;

14- Não coloque seus hobbies no currículo;

15- Não seja arrogante.

Fonte: IDG Now!
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *