Linux tem novo vírus e sugere mais perigo no futuro do sistema

Linux tem novo vírus e sugere mais perigo no futuro do sistema. Pesquisadora da RSA detalhou a existência de um vírus grave projetado especificamente para Linux, que rouba informações e impede a updates de antivírus.

Usuários de Linux acostumados a um estilo de vida relativamente livre de malware devem ficar mais atentos no futuro próximo – uma pesquisadora da RSA detalhou a existência do vírus “Hand of Thief”, projetado especificamente para Linux.

De acordo com a especialista em ciber inteligência Limor Kessem, o Hand of Thief funciona de forma semelhante ao malware que visa máquinas com Windows – uma vez instalado, rouba informações de formulários online, mesmo que eles estejam usando HTTPS; cria um ponto de acesso backdoor na máquina infectada e tenta bloquear o acesso aos servidores de atualização de antivírus, VMs e outros métodos potenciais de detecção.

O Hand of Thief está sendo vendido em “comunidades fechadas de cibercrime” por 2 mil dólares – o valor inclui atualizações gratuitas, disse Limor. No entanto, ela acrescenta, a próxima versão que adiciona uma nova tecnologia de ataque de injeção web elevará o preço para 3 mil dólares e introduzirá uma taxa de 550 dólares para os principais updates de versão.

“Esses preços coincidem com as cotações feitas por desenvolvedores de malware que lançaram um vírus semelhante para o sistema operacional Windows – o que torna o preço do Hand of Thief muito acima do valor de mercado, considerando a base relativamente pequena de usuários do Linux”, observou.

Ter computadores Linux infectados em primeiro lugar, no entanto, poderia ser mais problemático para os “ladrões” – Limor, citando uma conversa com um vendedor do Hand of Thief, disse que a falta de exploits direcionados ao Linux significa que engenharia social e e-mails serão os vetores de ataque mais prováveis.

Limor também disse que o crescimento no número de usuários de desktop Linux – que aconteceu, em parte, pela insegurança percebida no Windows – poderia potencialmente anunciar a chegada de mais malwares como o Hand of Thief, já que o número de possíveis alvos cresce.

Historicamente, os usuários de Linux têm ficado mais ou menos isolados da constante onda de malwares que assombra o Windows.

Os usuários de smartphones Android baseados em Linux, no entanto, tornaram-se alvos cada vez mais tentadores para cibercriminosos – e com o crescimento acima mencionado de usuários de desktop, o número de ameaças pode aumentar ainda mais.

Fonte: IDGNow!
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *