Microsoft detalhes da reestruturação

Microsoft detalhes da reestruturação. Em memorando, o CEO da MS informa como será o “alinhamento de longo alcance” para ter uma “única Microsoft”. Foram criadas quatro grandes áreas de negócios.

O CEO da Microsoft, Steve Ballmer, revelou hoje num memorando os detalhes da reestruturação da companhia, que ele está chamando de “alinhamento de longo alcance”, projetado para acelerar a inovação dentro da empresa e permitir que ela possa enfrentar os desafios de concorrentes grandes e pequenos.

Os três principais ângulos da reorganização são: focar a empresa numa única estratégia; melhorar sua capacitação em todas as áreas de tecnologia e negócios e ter um processo colaborativo melhor em torno do mesmo conjunto de metas, diz um memorando escrito e enviado por Ballmer a todos os funcionários da Microsoft.

Como parte do plano, o principal executivo do Office, Kurt Del Bene vai se aposentar e sair da companhia. Terry Myerson será o executivo que vai liderar o novo grupo chamado Operating Systems Engineering; o grupo chamado Devices and Studios Engineering será liderado por Julie Larson-Green; o grupo Applications and Services Engineering terá como principal executivo Qi Lu; e o grupo Cloud and Enterprise Engineering terá a liderança de Satya Nadella. A CFO Amy Hood, a principal executiva de recursos humanos, Lisa Brummel, e o diretor jurídico Brad Smith todos mantiveram suas posições atuais.

“É um enorme trabalho. Ele [o plano] toca em cada pedaço do que fazemos e como trabalhamos. Ele muda nossa estrutura organizacional, a forma como colaboramos, como alocamos recursos, como damos mais poder a nossos engenheiros e como vendemos”, escreve o executivo. “Avançando em nossa estratégia, vamos nos focar em criar uma família de dispositivos e serviços para indivíduos e empresas que dêem mais poder às pessoas ao redor do mundo em casa, no trabalho e em movimento, para todas as atividades que lhes são importantes”,

A empresa anuncia hoje o resultado do seu quarto trimestre fiscal de 2013 e os resultados do ano fiscal.

Fonte: IDG Now!
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *